Ficha Técnica/Kawasaki ZX-10R (2016-2020)

Ficha Técnica Kawasaki Ninja ZX-10R 2019

Kawasaki Ninja ZX-10R 2018 vem sendo desenvolvida para mantar a liderança nas pistas ao redor do planeta, pois convenhamos a máquina arrepia mesmo 😉 pois os números não mentem!

No quesito estilo(visual) da nova Ninja ZX-10R 2018, ela pode vir com coisas novas nesse novo lançamento, porém como ainda não ouve anúncios oficiais especula-se que a mesma tenha uma remodelagem na parte frontal.

 ➡ Um pouco da História da Kawasaki ZX-10

Kawasaki Ninja ZX-10R é uma moto da série de motocicletas esportivas Ninja da fabricante japonesa Kawasaki , [1] a sucessora da Ninja ZX-9R . Foi originalmente lançado em 2004 e foi atualizado e revisado ao longo dos anos. Ele combina um chassi ultra estreito, baixo peso e freios radiais. Em 2004 e 2005, o ZX-10R ganhou o prêmio de Melhor Superbike da revista Cycle World e da competição internacional Masterbike.

2004–2005

O modelo de 2004 foi a estreia da Ninja ZX-10R com pequenas atualizações em 2005. Era compacto, com uma curta distância entre eixos e uma alta relação potência-peso, o que ajudou no manuseio. O sistema de exaustão era totalmente de titânio com silenciador único.

2006-2007

2007 Ninja ZX-10R

Entre outras mudanças, o modelo de 2006 tinha dois escapes de submerso que contribuíram para um aumento de 5 kg (11 lb) no peso seco. O motor permaneceu praticamente inalterado.

O modelo 2006 ZX1000D6F foi transferido para o ano modelo 2007, com apenas alterações no esquema de cores. A diferença mais notável entre 2006 e 2007 é que os protetores contra calor nos tubos de escape são pretos no 2007 ZX10R, e 2006 veio com os de prata.

2008

O ZX-10R foi totalmente novo para o lançamento do modelo de 2008. Houve uma mudança dramática na aparência com a moto com uma frente muito mais angular. A Kawasaki afastou-se dos dois escapes do subsolo do modelo de 2006-2007 para um escape lateral mais convencional. A taxa de compressão do motor foi aumentada.

Choque traseiro horizontal e passagens ram-air através do pescoço do quadro

2009

O modelo de 2009 recebeu apenas pequenas mudanças na transmissão do modelo de 2008. O eixo de mudança foi atualizado para permitir mudanças mais suaves.

2010

O modelo de 2010 recebeu pequenas mudanças em relação ao modelo de 2009, incluindo o amortecedor de direção Öhlins atualizado, os faróis foram embutidos na carenagem e as partes da seção central da carenagem, onde agora se fundiram em uma única peça.

2011–2015

O 2011 ZX-10R sofreu uma grande revisão tanto mecanicamente quanto visualmente. Mais notavelmente, a Kawasaki introduziu seu sistema de controle de tração Sport Kawasaki (S-KTRC) como padrão. Ele prevê quando a tração será perdida e se adapta de acordo. Outra novidade é uma opção de ABS chamada Kawasaki Intelligent Braking System (KIBS), um design completamente novo, cavilhas ajustáveis, corpos de borboleta maiores, uma suspensão traseira horizontal, rodas de três raios mais leves, Showa Big Piston Fork (BPF), suspensão dianteira e um painel de painel LCD. 

O modelo de 2012 é idêntico ao de 2011, com a única exceção sendo os esquemas de pintura ligeiramente diferentes oferecidos. Em 2013, os modelos passaram por outra pequena revisão, onde as cores oferecidas mudaram novamente e o amortecedor dianteiro foi substituído por um amortecedor de direção dianteiro eletrônico Ohlins . Em 2014, as únicas mudanças foram cores diferentesEm 2015, a única cor oferecida foi preta, juntamente com uma edição de 30 anos (na UE, também é oferecida uma cor verde).

Tom Sykes em 2013 tornou-se o primeiro Campeão Mundial de Superbike da Kawasaki desde Scott Russell e o primeiro em um ZX-10R. Stuart Easton venceu o Grande Prémio de Macau de 2014 . Jonathan Rea venceu a temporada 2015 do Campeonato Mundial de Superbike . Jeremy Toye detém o recorde de volta do Peso Pesado (Aberto) no Pikes Peak International Hill Climb .

2016

2016 Ninja ZX-10R

O 2016 ZX-10R recebeu uma grande atualização. Com uma alegada 210 hp com entrada de ar de ram a 13.000 rpm. A eletrônica agora usa uma unidade interna de medição de cinco eixos da Bosch (IMU). Um sexto grau é calculado pelo software proprietário da Kawasaki. O S-KTRC atualizado com um modo de controle de lançamento adicionado, um quickshiftere controle de freio do motor. Também opcional KIBS mais inteligente encurralamento ABS.

Devido à sua natureza preditiva e não reativa, a Kawasaki divulga este sistema do S-KTRC como o mais avançado de todos os sistemas atuais de controle de tração. Algumas das mudanças mecânicas que agora são mais leves são a embreagem deslizante, o balanceador, o virabrequim e os pistões. Um filtro de ar menos restritivo e uma caixa de ar maior, bem como um sistema de escape mais leve e menos restritivo. 

Uma nova transmissão que é do tipo cassete é empilhada verticalmente. Os rotores de pétala anteriores que estão em uso desde 2004 são agora substituídos por rotores circulares. Eles agora também são maiores de 310 mm (12,2 pol) para agora 330 mm (13,0 pol). As pinças são agora Brembo M50 Monobloco e o cilindro mestre é um Brembo radial. As linhas de freio são agora trançadas de aço inoxidável. A primeira para bicicletas esportivas de produção um Showa Balance Free Fork de 43 mm derivado do WSBK. A Kawasaki também oferece peças Race Kit para chassis e motor

A maior empresa de monitoramento de veículos via satélite do Brasil. QUALQUER DUVIDA me chame no meu Whatssap, só adicionar (88).99218.4153-Marcos Paulo(Moderador-Site) (21).98165.2537 – Marco Paulo Corretor de Seguros

2017

A Kawasaki lançou um especial de homologação, o ZX-10RR com cabeça de cilindro modificada. As peças do kit de corrida podem ser encomendadas, como cames de alta elevação, trem de válvulas com revestimento DLC, cárter reforçado, jantes de sete raios Marchesini , quickshifter bidirecional e um único assento. O modelo foi executado limitado de 500 unidades.

 💡 Ficha técnica e Especificações Gerais Completa Kawasaki Ninja ZX-10R 2019

Motorização

  • Tipo: 4 tempos, 4 cilindros em linha, refrigeração líquida;
  • Cilindrada: 998 cc;
  • Diâmetro x curso: 76,0 x 55,0 mm;
  • Taxa de compressão: 13,0:1;
  • Sistema de válvulas: DOHC, 16 válvulas;
  • Sistema de combustível: Injeção eletrônica;
  • Ignição: Digital;
  • Partida: Elétrica;
  • Lubrificação: Lubrificação forçada (cárter úmido com óleo refrigerado).

Dimensões e capacidades

  • Comprimento total: 2.090 mm;
  • Largura total: 740 mm;
  • Altura total: 1.145 mm;
  • Entre eixos: 1.440 mm;
  • Altura mínima do solo: 145 mm;
  • Altura do assento: 835 mm;
  • Peso em ordem de marcha: 206 kg;
  • Capacidade do tanque: 17 litros.

Kawazaki ZX10

Performance

  • Potência máxima: 147,1 kW (200,1 CV) / 13.000 rpm;
  • Potência máxima com Ram Air: 154,4 kW (210 CV) / 13.000 rpm;
  • Torque máximo: 113,5 N•m (11,6 kgf•m) / 11.500 rpm.

Kawazaki ZX10R 2018

Suspensão e Freios

Suspensão Dianteira: Garfo invertido de 43 mm com compressão, retorno e pré-carga da mola totalmente ajustáveis
Suspensão Traseira: Back-link horizontal com amortecedor a gás, compressão, retorno e pré-carga da mola totalmente ajustáveis
Freio Dianteiro: Disco duplo de 310 mm em formato margarida, pinça dupla de fixação radial com 4 pistões opostos de alumínio
Freio Traseiro: Disco simples de 220 mm em formato margarida, pinça com pistão simples de alumínio

 

 ➡ Kawasaki NINJA ZX-10R 2017

MOTOR

  • Tipo: 4 tempos, 4 cilindros em linha, refrigeração líquida
  • Cilindrada: 998 cc
  • Diâmetro x curso: 76,0 x 55,0 mm
  • Taxa de compressão: 13,0:1
  • Sistema de válvulas: DOHC, 16 válvulas
  • Sistema de combustível: Injeção eletrônica
  • Ignição: Digital
  • Partida: Elétrica
  • Lubrificação: Lubrificação forçada (cárter úmido com óleo refrigerado)

QUADRO

  • Tipo Viga dupla em alumínio fundido
  • Curso da roda: Dianteiro 120 mm
  • Curso da roda: Traseiro 114 mm
  • Pneu: Dianteiro 120/70ZR17M/C (58W)
  • Pneu: Traseiro 190/55ZR17M/C (75W)
  • Caster (rake) 25º
  • Trail 107 mm
  • Ângulo de esterçamento (Esq/Dir) 27º / 27º

DIMENSÕES:

  • Comprimento total: 2.090 mm
  • Largura total 740 mm
  • Altura total 1.145 mm
  • Entre eixos 1.440 mm
  • Altura mínima do solo 145 mm
  • Altura do assento 835 mm
  • Peso em ordem de marcha 206 kg
  • Capacidade do tanque 17 litros

SUSPENSÃO

  • Dianteira: Garfo invertido de 43 mm do tipo Balance Free Front Fork com câmara de compressão externa,
    retorno, compressão e pré-carga da mola totalmente ajustáveis
  • Traseira: Back-link horizontal com BFRC lite e reservatório de gás do tipo piggyback, compressão,
    retorno e pré-carga totalmente ajustáveis

TRANSMISSÃO

  • Transmissão: 6 velocidades
  • Embreagem: Multidisco, em banho de oleo

FREIOS

  • Dianteiro: Tipo Disco duplo de 330 mm semi-flutuante
  • Dianteiro: Pinça Dupla de fixação radial com 4 pistões opostos
  • Traseiro: Tipo Disco simples de 220 mm em formato margarida
  • Traseiro: Pinça Simples de furo com pino deslizante, pistão de alumínio

PERFORMANCE

  • Potência máxima 147,1 kW (200,1 CV) / 13.000 rpm
  • Potência máxima com Ram Air 154,4 kW (210 CV) / 13.000 rpm
  • Torque máximo 113,5 N•m (11,6 kgf•m) / 11.500 rpm

>>Kawazaki ZX10 2017

 💡 Aproveite e contrate um seguro de moto p/ kawazaki zx10 com as cotações das melhores seguradoras do mercado! clique AQUI e saiba mais
Ficha Técnica/Kawasaki ZX-10R (2016-2020)
4.4 (88%) 5 vote[s]
(Visited 331 times, 1 visits today)

Marcos Paulo Vilela

Ola meu nome é Marcos Paulo, Blogueiro, Consultor Comercial e empreendedor digital independente, busco compartilhar coisas boas, e multiplicar bonanças em geral; família é minha paixão, trabalho é minha firmeza, amigos meu sorriso e Deus meu galardão...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *