Porquê Seguro de moto Cobre Queda e Colisões!

Coberturas de colisão e queda!

As motocicletas estão cada vez mais aparecendo no Brasil como uma alternativa de transporte mais barata, rápida e econômica em relação aos carros. Nas grandes cidades, muitas pessoas preferem motos para usar no dia-a-dia, mantendo o carro apenas como transporte de lazer aos finais de semana.

O mercado de motos se instalou no Brasil na década de 70, quando as maiores montadoras do setor, Honda e Yamaha, se instalaram por aqui. Para tal, elas estudaram as condições do país e inicialmente investiram em modelos mais robustos, econômicos e simples. Aos poucos, os veículos de duas rodas conquistaram os brasileiros e foram se diversificando.

Em comparação aos maiores mercados de motocicletas do mundo (Índia, Associação de Nações do Sudeste Asiático – Indonésia, Vietnã, Tailândia, Filipinas e Malásia – e China) o do Brasil possui característica peculiar: a qualificação dos produtos. Nos maiores mercados, a produção é focada em Scooters, ciclomotores e motos de baixa cilindrada, tendo os veículos caráter apenas utilitário. Aqui, um mercado aquecido é o das chamadas “motos de lazer”, segmento que cresce a cada ano no país e contém motos de mais de 500 cilindradas.

Seja sua motocicleta mais simples e utilizada durante a semana, seja ela uma moto de luxo, da categoria Custom ou Touring é importante você pensar em fazer um seguro para ela. Só na cidade de São Paulo, segundo dados estatísticos, o número de roubos de motos é 3 vezes maior que o de carros.

Também aumentou o número de quadrilhas especializadas nesse tipo de roubo. E é evidente a gravidade de acidentes que envolve este tipo de transporte, que já são a principal causa de ocorrências de trânsito no país além de responder por ¾ das indenizações do DPVAT (Seguro Obrigatório De Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre).

Ou seja, ter um seguro de moto irá te dar mais segurança para sair por ai com o seu veículo de duas rodas. Faça uma cotação do seguro para moto e fique protegido.

 ➡ Afinal, um seguro de moto custa quanto de fato?

Para saber exatamente quanto custa um seguro de moto, é necessário que faça uma cotação de seguro moto, indicando seus dados e da motocicleta que será segurada.

No caso do seguro de moto, como em qualquer outra modalidade de seguros, o preço é calculado de acordo com o risco: quanto maior ele for, maior será o preço a ser pago para ter um seguro. Os riscos são avaliados pelas seguradoras, que se baseiam em dados estatísticos que permitem saber, por exemplo, quais são as regiões onde os roubos e furtos são mais frequentes, quais modelos são mais caros de reparar, em qual faixa de idade as pessoas se envolvem mais em acidentes, etc.

Além disso, as seguradoras fazem uma avaliação de informações pessoais e específicas do condutor principal e da moto: o local de residência, histórico de sinistros, acidentes e roubos de veículos anteriores, histórico de crédito, local onde a moto passa a noite, a idade do condutor principal e outras informações que interferem diretamente no risco do veículo.

Por isso, é importante que você seja sincero ao fazer uma simulação de seguro de moto, respondendo corretamente a todas as perguntas. Caso você minta no formulário para alterar o preço do seguro, a chance da seguradora investigar e identificar a mentira é alta e você corre o risco de não receber a indenização em caso de sinistro.

Simulamos duas cotações de seguro de moto: para uma Yamaha, modelo XTZ 150 ED CROSSER, e para uma Harley Davidson XL 883n Iron. Para as cotações, utilizamos o perfil fictício de um homem, 45 anos, casado e sem filhos, que vive na zona norte da cidade de São Paulo e utiliza o veículo para ir ao trabalho.

O modelo da Yamaha custa, em média,  R$ 9.350,00. A seguradora Suhai ofereceu uma opção de seguro que custa R$ 1.088,57 e tem cobertura contra roubo e furto. Já o modelo da Harley Davidson tem preço médio de R$ 43.000,00 e teve o seguro cotado pela Bradesco Seguros. A opção de cobertura compreensiva (a mais completa do mercado) saiu por R$ 1.643,82.

Ter o seguro, comparado aos riscos que ela sofre no dia-a-dia, principalmente no caso de quem utiliza o veículo todos os dias, é um bom investimento.

 ➡ Como faço para baratear o meu seguro de moto

Se você está com o orçamento apertado, saiba que tem como diminuir o preço do seu seguro de moto. Como já foi dito, você não deve mentir no formulário de cotação, porém pode fazer pequenas alterações no dia-a-dia que abaixarão o preço.

Para conseguir um seguro mais barato você pode, por exemplo, estacionar sua moto no estacionamento em vez de estacionar na rua.

Existe também alternativas de seguro como a da Suhai, que não tem análise de perfil e são mais baratas. Porém, a cobertura é válida apenas contra roubo e furto.

Além disso, é importante você contratar um seguro de moto adequado com as suas necessidades. Veja se você realmente precisa de uma franquia ampliada ou se, para cobrir os seus riscos, uma cobertura mais básica será efetiva.

 ➡ Vale a pena mesmo contratar um seguro para minha moto?

Ter um seguro de moto é importante para que você se sinta seguro em sair com o seu veículo, principalmente se você o utiliza com frequência. Se você optar por um seguro de moto com cobertura compreensiva, terá riscos recorrentes contemplados, como: colisão, capotagem, queda de objeto sobre o veículo, danos causados quando a moto estiver sendo transportada, vendaval, granizo, raio ou explosão e roubo ou furto de seu veículo.

Ou seja, você terá cobertura contra riscos que podem acontecer com a sua moto e que, sem o seguro, pagará bastante para consertar. Nunca se sabe quando algum desses riscos pode acontecer, por isso o seguro de moto é importante: te protegerá contra o imprevisível!

Mesmo com uma cobertura limitada contra roubo, furto e incêndio, você ficará mais tranquilo ao usar sua moto. Portanto, é importante analisar quais são os seus riscos para escolher as coberturas adequadas no seu caso.

 💡 Faça a sua cotação AGORA, clique no botão abaixo e saiba mais

>>fonte: bidu.com

Porquê Seguro de moto Cobre Queda e Colisões!
4.8 (95%) 4 votes
(Visited 128 times, 1 visits today)

No Responses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *